Exposição na SES traz relatos de pessoas que convivem com o HIV

No mês de conscientização e mobilização ao Dia Internacional de Luta Contra a Aids, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e o Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, apresentam a Exposição Indetectável, que é uma série de depoimentos com fotos de pessoas de diferentes faixas etárias, onde elas relatam como é viver com o vírus e a conquista que foi para si o fato de terem a carga viral em níveis indetectáveis.

De acordo com o gerente do Programa IST/Aids, Almir Santana, o objetivo da exposição é mostrar a força das pessoas vivendo com HIV/Aids no enfrentamento dos medos, dificuldades, do estigma e da discriminação. “As fotos mostram a história de pessoas soropositivas que superam os desafios da doença, onde aderiram ao tratamento antirretroviral e, com isso, reduziram o vírus a nível indetectável no sangue, o que praticamente impede a transmissão para outras pessoas”, explica.

A exposição permanece durante toda semana na SES, o lançamento ocorreu nesta terça-feira, 1°, Dia Mundial da Luta Contra a Aids, os banners estão expostos no corredor do Centro Administrativo da Saúde (CAS). Os conteúdos contemplam informações referentes à prevenção e aos cuidados, ao tratamento e a rede de serviço de saúde. Posteriormente a exposição será exibida em outros locais estratégicos, seguindo as normas e os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde.

Com informações da SES

Compartilhar Publicação