Sabia quais as frutas da estação e os benefícios para a sua saúde

Em virtude da riqueza natural do Brasil podemos encontrar em diversas épocas do ano uma grande quantidade de frutas. Neste período de inverno não poderia deixar de ser diferente. Dessa maneira, a estação mais fria do ano traz consigo algumas frutas típicas desse momento, a exemplo da banana-nanica, caju, kiwi, laranja-pera, maçã, mamão, mexerica, morango e tangerina, dentre outras.

Alessandro Carvalho, nutricionista (Foto: arquivo pessoal)

Segundo o nutricionista Alessandro Carvalho, fazer das frutas presença constante nas refeições é de grande importância para aumentar as defesas do organismo. “Uma alimentação a base de frutas fortalece o sistema imunológico, além de prevenir diversas doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, por exemplo”, pontua o profissional.

Ainda segundo Carvalho, o consumo de cada fruta desta estação traz ganhos nutricionais fundamentais para o equilíbrio do organismo. “O consumo de frutas é sinônimo de maior vitaminas e sais minerais. A banana, por exemplo, é rica em potássio, além de vitaminas do complexo B e C. A maçã é rica em vitaminas B1, B2, fósforo e ferro. E o Kiwi possui grande quantidade de vitamina C”, resume.

“Eu costume dizer para os meus pacientes que é melhor descascar uma fruta do que desembrulhar um produto industrializado”, alerta Alessandro. Ainda segundo ele, caso a pessoa tenha receio de comer alguma fruta, uma opção interessante é fazer sucos, a exemplo do clássico maracujá com beterraba. “Ou ainda fazer uma saladinha com outras frutas e legumes e implementar com azeite e limão”, assinala.

Oferta/Procura 

Luiz Moura, economista do Dieese (Foto: arquivo/ Portal Infonet)

O economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/Se), Luiz Moura, vê com bons olhos o crescente consumo de frutas nesta pandemia. Moura afirma que as frutas da estação tendem a ser mais baratas. Contudo, o aumento da procura pode influenciar no aumento do preço. “Como há um crescimento no consumo de frutas neste período, quanto menor o abastecimento desses produtos (para atender a demanda), maior será o aumento de preço”, informa.

Ainda segundo ele, o consumidor precisa estar atento para fazer uma pesquisa de preço e comprar por um valor mais em conta. “O Dieese faz o levantamento de preço da cesta básica e também da banana. Nos supermercados o quilo está custando entre R$3,50 e R$ 4. Nas feiras livres não há grandes diferenças em relação a essa fruta. Mas no geral o preço dos produtos comprados nas feiras livres é menor em comparação com o supermercados”, afirma. “Por isso nós aconselhamos as pessoas a comprar nas feiras, até porque é um espaço em que o consumidor pode usar a velha pechincha”, destaca.

Fonte:Portal Infonet

Compartilhar Publicação